top of page
Buscar
  • douglas578

Como um Streaming box funciona ?

Atualizado: 14 de dez. de 2022

Certamente você já leu algum comentário ou se deparou com anúncios sobre um aparelho chamado streaming box, certo?! Saiba que este dispositivo é capaz de transformar uma televisão comum em uma smart TV. Ou seja, isso significa que, caso você não tenha uma smart TV em casa, mas gostaria de desfrutar dos benefícios sem ter que comprar uma, é possível por meio do dispositivo streaming box.


As caixas, também conhecidas pelos nomes de set-top box ou tv box, funcionam de maneira autônoma. Ou seja, com apps e sistema operacional próprios. Elas não dependem de outros aparelhos para operar, apenas do televisor de uma conexão com a internet.


O que é Streaming box?


Basicamente é um dispositivo que conta com um sistema operacional próprio. O streaming box “converte” um aparelho de televisão tradicional em smart. Isso permite que a televisão acesse diferentes aplicativos, como plataformas de streaming, navegadores, redes sociais, etc.


A solução é viável para quem ainda não tem condições de realizar o investimento em uma smart TV. O streaming box possui interface integrada e acesso à internet. Com isso, é possível assistir filmes e séries, além de acessar outros tipos de conteúdos online.


Como funciona o Streaming box?


O streaming box atua como um acessório auxiliar da televisão. Dessa forma, é útil para quem ainda não conta com uma na versão smart. O sistema operacional permite a instalação de variados tipos de aplicativos, tornando a televisão um aparelho semelhante a um smartphone. Porém, a diferenã é a interface otimizada.


Para poder usar o streaming box é necessário que ele esteja conectado a um cabo de internet ou ao sinal Wi-Fi. Esta questão é fundamental pois todo o acesso e download dos aplicativos é feito por ela. Além disso, para conectar o aparelho à televisão é necessário um cabo HDMI. Após a conexão, basta ligar o televisor e selecionar o canal auxiliar referente à entrada do streaming box.


Streaming Box ou Chromecast: qual a diferença entre esses produtos?



Desenvolvido pelo Google, o Chromecast possibilita o espelhamento da tela e o compartilhamento do conteúdo entre uma televisão e um dispositivo online. Por exemplo, entre TVs e smartphone, tablet ou notebook.


No entanto, o Chromecast não possui armazenamento ou sistema operacional próprio. Assim, ele depende de outro dispositivo que esteja conectado à mesma rede Wi-Fi para funcionar. Ou seja, ele funciona como uma espécie de "controle remoto" na hora das reproduções.


Já o streaming box dispensa o uso de outros dispositivos, como smartphones. Isso é possível visto que toda a instalação de aplicativos e navegação é feita no próprio aparelho. Ou seja, o streaming box simula um sistema operacional, com menu inicial, aplicativos, jogos e outras funções.


Além disso, o streaming box é mais robusto que o Chromecast. Ele apresenta um design que remete aos decodificadores de TV por assinatura. Se por um lado, o streaming box perde na portabilidade, ele ganha na questão de desempenho. Seus processadores são mais avançados, contando com conexões com outros dispositivos e armazenamento.


Quais são os sistemas operacionais?


O sistema operacional do streaming box pode variar conforme o modelo adquirido. Abaixo, listamos os três mais conhecidos.


Android TV


O Android TV é o sistema operacional do Google. Ele foi desenvolvido especialmente para TVs. Está presente em streaming boxes de diferentes marcas e também nas televisões smart de diversa marcas. Algumas são: Sony, Philco, Philips e TCL.


Os aplicativos deste sistema operacional podem ser encontrados na Google Play Store, a mesma loja de aplicativos Android usada em smartphones. A proposta é facilitar a compreensão do usuário, que pode encontrar vários programas para smartphone na versão para TV.


Além disso, no streaming box com sistema Android TV, os aplicativos do Google já vêm instalados no equipamento.


Outro diferencial do aparelho é que ele conta com o recurso Transmitir. Ou seja, é possível exibir os conteúdos do smartphone e do computador na televisão com apenas um clique. Ao fazer isso, o aparelho não fica “preso”, podendo ser usado normalmente durante a exibição do conteúdo.



Fire OS

Já o Fire OS é um sistema operacional baseado em Android, mas disponível em streaming box da Amazon e nos televisores de marcas como Toshiba e JVC. Os aplicativos deste aparelhos são encontrados na Amazon Appstore, onde é possível que o usuário encontre as principais opções de serviços de streaming.


Diferentemente do Android TV, a interação deste sistema operacional com o smartphone é menos intuitiva. Ela é possível via Bluetooth ou Wi-Fi, por meio do aplicativo da Fire TV para Android e iOS.


O diferencial do Fire OS é que ele possibilita o recebimento de comandos de voz, que são atendidos pela assistente Alexa, e é compatível com transmissões de TV ao vivo.


tvOS


Por último, temos o sistema operacional da Apple TV, que apresenta integração fácil com todos os outros dispositivos da marca. Da mesma forma que no iPhone, os aplicativos estão disponíveis na App Store e, por isso, há versões para smart TV de diversos programas famosos.


Semelhante ao Fire OS, o tvOS também atende por comandos de voz, mas que, neste caso, são atendidos pela assistente Siri. O aparelho acompanha controle remoto, mas é possível usar o iPhone para comandar o aparelho, além de transmitir fotos e vídeos via AirPlay.


O que consigo assistir com o Streaming Box?


Como falamos até então, os dispositivos de streaming box dependem dos aplicativos para que os usuários consigam ter acessos aos conteúdos desejados. Ou seja, se o usuário quiser assistir a séries e filmes, ele precisa baixar o aplicativo que irá oferecer esse tipo de serviço.


O mesmo é válido para outras atividades, como streaming de músicas, jogos online, práticas de atividades físicas ou acesso a câmeras da residência. O usuário deve baixar o aplicativo do serviço ao qual deseja realizar.


E quanto aos canais abertos e fechados?


Só é possível acessar os canais abertos ou fechados se os mesmos disponibilizam aplicativos para a transmissão desses conteúdos. No entanto, é cada vez mais comum que os canais de TV por assinatura compartilhem sua programação pelos aplicativos do próprio canal.


Não perca tempo: trabalhe com o streaming!


Se você já atua na área de telecomunicações, especialmente se é um provedor de internet, e quer aproveitar o sucesso do uso dos streaming para aumentar suas vendas, saiba que é possível!


A OléTV atua em parceria com provedores de internet, permitindo que eles também ofereçam TV por assinatura por meio do serviço de streaming. Isso significa que disponibilizamos os benefícios tanto da TV fechada quanto do streaming em um só serviço.

Para saber como é possível oferecer isso aos seus clientes, entre em contato conosco!

5 visualizações
bottom of page