Buscar
  • bruno4520

A TV por assinatura não morreu. Saiba por quê!

A TV por assinatura, também chamada de TV paga ou TV a cabo, foi, por mais de uma década, a principal forma de consumo de conteúdo televisivo na grande maioria das casas brasileiras. No entanto, com o passar dos anos tornou-se comum afirmar que a TV por assinatura morreu. Não é difícil encontrar artigos e até mesmo conversas informais trazendo esta afirmação.


Mas será que isso realmente é verdade? Quando uma afirmação é criada, é comum que ela ganhe força e seja transmitida sem que a maioria saiba exatamente o que está dizendo — e é exatamente isso que aconteceu com o “a TV por assinatura morreu”. Neste texto, a Olé te mostra que não é bem por aí.


É claro que a tecnologia e o advento da internet promoveram mudanças na maneira como consumimos conteúdo pela televisão, mas isso não diminuiu a importância da TV paga. Ela se adaptou, e está se transformando para melhor atender os consumidores modernos. E é isso que você verá na sequência.


Continue a leitura e entenda!


A morte da TV por assinatura


De acordo com artigo do UOL, estima-se que aproximadamente 200 mil assinantes de TV por assinatura cancelam seus planos a cada mês. Ainda segundo a mesma matéria, se este número se manter, são necessários 7 anos para que a TV paga não tenha mais nenhum assinante no Brasil.


A explicação para esta queda é muito simples: serviços de streaming como os gigantes Netflix, Prime Video, Hulu, HBO Max e Disney+ estão mais em alta do que nunca. Muitos optaram por migrar, abandonando os grandes provedores de TV a cabo para abraçar de vez as plataformas de streaming.


O que a maioria das pessoas não entende, porém, é que isso não significa que a TV por assinatura morreu. Afinal de contas, o streaming nada mais é que uma nova forma de TV por assinatura.




Na verdade, ela está se reinventando


Como citamos, o streaming é o novo formato de consumir conteúdo televisivo mediante o pagamento de uma assinatura. Na prática, estamos falando, basicamente, da evolução da TV por assinatura.


E os grandes provedores de assinatura já entenderam que o streaming não deve ser visto como um inimigo, mas sim como um aliado. Não são poucos os exemplos de empresas que — além da TV por assinatura convencional, com canais exibindo uma programação pré-definida — passaram a oferecer conteúdo sob demanda da mesma forma que as grandes plataformas de streaming.


Essas empresas estão dando a seus clientes a possibilidade de aproveitar as vantagens dos dois modelos de consumo, e a tendência é que este seja o futuro; tanto do streaming quanto da TV por assinatura, que, definitivamente, não morreu.


Saiba como a Olé atua neste mercado


E, por falar nessas empresas, saiba que a Olé é uma delas. Além dos nossos consagrados e premiados planos de internet, nós também oferecemos planos de TV por assinatura, com programação em tempo real dos maiores produtores de conteúdo do mundo e streaming sob demanda. A nova TV por assinatura, TV ao vivo e on demand na mesma assinatura.


Além disso, nós ainda temos possibilidades diferenciadas para parceiros. Provedores de internet que quiserem atuar também com a TV por assinatura e, assim, ofertar pacotes mais completos, podem contar com a parceria da Olé.


Para saber mais, é só entrar em contato conosco!


49 visualizações

Posts recentes

Ver tudo