top of page
Buscar
  • douglas578

Sistema de TV por assinatura: como ofertar dentro do seu provedor?

Trabalhar com sistema de TV por assinatura é um excelente negócio. O motivo é que fazer com que a internet chegue até os dispositivos das pessoas é um serviço muito útil nos tempos atuais.


Existe grande demanda. Especialmente em se tratando da realidade regional. Neste caso, trabalhar como provedor de internet tem se mostrado uma boa oportunidade. Provedores locais podem se debruçar sobre demandas mais pontuais, difíceis para grandes organizações.


A questão que fica é: como explorar esse mercado adequadamente? Nesse sentido, uma das possibilidades está na oferta de um sistema de TV por assinatura dentro de um provedor de internet. Saiba mais sobre isso na sequência.


A oportunidade que surgiu

No passado havia maior complexidade na oferta de canais por assinatura. Hoje, entretanto, isso mudou. Graças à evolução tecnológica, surgiram soluções como a IPTV, por exemplo. Este é um tipo de tecnologia que permite que a emissão de sinais de TV a cabo seja realizada via internet.


E essa é uma transformação importante. Com a IPTV é desnecessária a instalação de recursos sofisticados com equipamentos caros. Também não há maior exigência de manutenção constante. Assim, a nova tecnologia se tornou muito mais acessível aos clientes.


O fato é que já são mais de 90% de domicílios brasileiros com internet, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E isso abre uma grande oportunidade para empresas que pretendem levar soluções como TV a cabo para locais onde as grandes companhias não chegam ou onde elas não conseguem entregar tanta qualidade.


Assim, a primeira exigência a ser considerada em relação a esse tipo de sistema de TV por assinatura é a legal. Até porque existem inúmeros casos de fraldes nesse segmento. Elas podem levar a penalizações sérias. Por isso vale a pena saber mais sobre como atuar de maneira 100% correta neste mercado.


Quem pode oferecer esse serviço



O mais importante é compreender que existe uma lei que rege esse tipo de serviço. Ela compreende a distribuição de conteúdos audiovisuais por meio de pacotes de canais de programação. Estamos falando do Serviço de Acesso Condicionado. Conhecido como SeAC, ele foi definido no inciso XXIII do artigo segundo da lei de número 12.485/2011.

Este artigo se refere ao serviço prestado no regime privado. Assim, trata-se de serviços como o de televisão por assinatura, por exemplo.


A questão é que as empresas outorgadas dos serviços de interesse coletivo, se tiverem o interesse, podem notificar a Anatel para explorar o SeAC. Essas, precisam ser entidades que contam como atividade cadastrada no ato constitutivo e documento de inscrição estadual as categorias:

  • operadoras de televisão por assinatura ou cabo (CNAE 61.41-8-00) ou;

  • outras atividades de telecomunicações não especificadas anteriormente (CNAE 61.90-6-99).

Somente assim elas se tornam aptas para trabalhar com sistema de TV por assinatura.


Como ofertar sistema de TV por assinatura para os seus clientes

O primeiro passo é estar em conformidade com a lei. É preciso que empresa esteja devidamente registrada na condição de quem pode prestar o serviço.

Feito isso, existem algumas dicas que podem ser seguidas na busca pela oferta de um serviço de TV por assinatura de qualidade. Confira as principais.


Trabalhe com uma boa estratégia de mercado

É preciso estudar o mercado para entender o que de fato o público demanda. Somente em função disso podem surgir soluções realmente viáveis para um conjunto grande de pessoas com características parecidas.


Quando o provedor atua de maneira estratégica, suas soluções são apresentadas a partir desse raciocínio. Assim ele consegue melhores resultados.

Por isso, o estudo de mercado e identificação do público-alvo ideal é uma indicação essencial.


Faça o upselling

Upsell é uma estratégia de vendas que costuma aumentar o ticket médio de um cliente. Ela é comum em restaurantes, casas noturnas, entre outros, mas serve também no negócio de provedores.


Nessa realidade, o upselling pode ser feito quando a empresa oferece um serviço para o cliente e, aos poucos, consegue agregar diversas outras funcionalidades de acordo com as características de demanda e estrutura em questão.

Em resumo, oferecer sempre algo mais para um cliente que já fechou negócio com você é uma estratégia muito inteligente.


Aumente a qualidade do seu serviço

É importante oferecer sempre mais do que as pessoas esperam. E isso é o que um sistema de TV por assinatura para clientes de provedores pode entregar com facilidade.

É possível mapear o comportamento do consumidor local e em função disso entregar um pacote mais amplo e, ao mesmo tempo, capaz de atender as principais demandas.

Isso sem falar na qualidade de transmissão, que pode ser maior dependendo do tipo de parceria que a sua empresa cria.


Garanta que ele tenha uma boa internet

A base desse serviço é a internet. Por meio dela serão enviados os dados que permitirão que os clientes assistam a programação desejada. Portanto, em relação a isso não pode haver erro. É fundamental que a internet seja de qualidade e que permita que os diferentes dispositivos recebam o sinal necessário para que as transmissões aconteçam.


Se o cliente entender que a internet que a sua empresa oferece a ele é boa o bastante para diferentes tipos de serviços, esse será um importante primeiro passo para que você tenha novas possibilidades de ofertas.


Tenha parceiros que forneçam esse serviço

Por fim, a sua empresa pode montar pacotes de TV, integrando ao seu sistema soluções muito avançadas. E isso pode fazer toda a diferença. No caso da Olé TV você tem acesso a uma plataforma de TV para provedores com:

  • SeAC de acordo com todas as exigências;

  • total cumprimento das demais necessidades legais em termos de licenças, desenvolvimento, homologação, entre outros;

  • autorização para retransmitir tanto canais abertos quanto fechados em redes IP;

  • tranquilidade para saber que não terá problemas legais com canais para o provedor;

  • menor custo de ativação por assinante pelo fato de a plataforma funcionar em SET TOP BOX nacional ou aplicativo em rede privada;

  • implementação rápida com funcionamento no sistema do provedor em menos de 30 dias após a contratação.

Agora que sabe o que é necessário sobre sistema para TV por assinatura, entre em contato para saber como a Olé TV pode colocar todos esses diferenciais no dia a dia da sua empresa.

5 visualizações
bottom of page