top of page
Buscar
  • douglas578

Canais fast channel: entenda essa nova tecnologia!

Canais fast channel nada mais são do que canais sustentados exclusivamente com publicidade. Eles representam uma opção econômica para o provedor e para o cliente. Especialmente quando conseguem atrair anunciantes com maior facilidade.


Justamente por serem pagos por anúncios, os canais fast channel podem funcionar como uma solução gratuita de conteúdo televisivo. É nessa lógica que podem ser oferecidos, por exemplo, canais lineares de televisão.


Neste caso, estamos nos referindo ao sistema clássico. Nele, o espectador acompanha o programa a partir da maneira como ele é apresentado no canal original, sendo exposto a intervalos comerciais estrategicamente posicionados na programação. Eles seguem a lógica da TV tradicional. A diferença é serem transmitidos via streaming.


É sobre isso que vamos tratar agora. Entenda o que são canais fast channel e como funcionam. Saiba também de que formas podem ser úteis para o seu negócio.


O que são canais fast channel


Nesse tipo de canal, custos envolvendo a produção do conteúdo são pagos com publicidades. FAST é um acrônimo. Ele vem de serviços gratuitos de streaming de TV suportados por anúncios. Em resumo, com o fast é possível transmitir TV ao vivo usando streaming. E sem precisar de assinatura.


O interessante é que com um serviço fast é possível oferecer aos consumidores soluções gratuitas. São canais lineares de TV com intervalos comerciais, bem parecido com o que conhecemos da TV tradicional. Só que, no caso, com um conteúdo totalmente feito por streaming.


Em países como os EUA, a quantidade de canais que funcionam sob essa lógica é enorme. Tem sido essa a solução que empresas e até times da NBA encontraram para gerar receita nos últimos anos. Além disso, eles costumam ser distribuídos por plataformas que já conhecemos aqui. É o caso da Pluto TV, Roku, Samsung TV Plus, entre outras.


Para quem o fast channel é útil



O FAST channel é especialmente interessante quando funciona como uma estratégia para empresas de médio e grande porte. Isso porque ela permite que as vendas B2B, ou seja, de empresas para empresas, aumentem, por meio de canais digitais.


O que faz com que os canais fast channel sejam especialmente atrativos para anunciantes é o fato de que eles costumam ser assistidos em TVs conectadas. Assim, eles permitem que esses anunciantes exponham seus produtos e serviços na tela dos televisores que ficam nas salas e nos quartos de seus potenciais clientes. É por isso que a cada dia aumenta a quantidade de empresas especializadas em fazer:

  • a hospedagem;

  • a organização;

  • a atualização da grade e;

  • a integração com servidores de anúncios.

Nesse sentido, cabe ao provedor de conteúdo apenas enviar os arquivos digitais com os materiais. No caso, o conteúdo audiovisual e os metadados.

Diferença entre fast channel e omnichannel


O fast channel é sem dúvida uma possibilidade em um momento em que a tecnologia evolui. O mesmo ocorre com o Omnichannel. Ainda assim, não se tratam de sinônimos.


Não confunda o fast channel com Omnichanel. Quando falamos de Omnichannel, estamos nos referindo, na realidade, a um tipo de vendas. Neste caso, trata-se de uma abordagem multicanal. Nela, a ideia é oferecer aos consumidores a melhor experiência possível de compras. Na prática, o Omnichannel trabalha com plataformas online e consegue integrar isso com mecanismos mais tradicionais.


Logo, o Omnichannel permite que desktop, smartphone, telefone e diversos outros canais de comunicação disponíveis em ambiente offline, funcionem como se fosse uma coisa só, sempre mantendo o mesmo padrão elevado.


Em resumo, enquanto o fast é uma solução que permite ao provedor entregar conteúdo gratuito e monetizar com propaganda, o Omnichannel é uma solução multicanal, mais voltada para o atendimento e vendas.


As TVs digitais e seu crescimento


Trazendo para a nossa realidade: serviços de streaming gratuitos já oferecem diversos canais no Brasil. E entre outros se destacam alguns como a TV Record e a TV Cultura, por exemplo. Isso significa que o usuário pode ter acesso a canais conhecidos de TV aberta sem sequer ter TV em casa. Basta ele se cadastrar nesse serviço e, a partir de login e senha, acessar a plataforma para consumir os conteúdos usando somente a internet.


E são inovações como a fast channel que permitem que esse tipo de solução chegue aos usuários. Afinal, existe um custo na criação e oferta de conteúdo.


Na prática, esse tipo de serviço fast oferece 3 diferenciais para quem trabalha com TV digital.

  • ele pode ser oferecido gratuitamente;

  • é linear, mesmo em um momento em que o vídeo sob demanda tem protagonismo;

  • é suportado por anúncios.

Na prática, isso mostra que mesmo iniciativas mais tradicionais, como a TV aberta linear, podem ter sucesso no mercado de streaming.


Em relação aos sistemas mais tradicionais de TV aberta ou por assinatura, podemos dizer que o fast representa um meio de distribuição de canais lineares que são mais acessíveis a produtores de conteúdo. Mesmo os de pequeno porte.


Produtores com ao menos 100 horas de conteúdo e que são capazes de viabilizar semanalmente a atualização de sua grade, podem criar seu próprio canal fast. E o interessante é que mesmo plataformas como Samsung, Roku e até o Google já estão dando espaço para novos produtores que pretendem produzir e monetizar conteúdos usando canais fast.


Como investir em uma solução fast do jeito certo


Entendendo que o fast representa uma forma para distribuir e monetizar conteúdo, vale a pena ter atenção a elementos como a qualidade da programação e o suporte publicitário. Neste caso, é preciso pensar em uma estratégia para obter retorno para a produção feita. Intervalos comerciais, trailers e conteúdos alternativos de autopromoção devem ser considerados dentro dessa lógica.


Também em relação aos custos de distribuição, é preciso pensar em custos com tecnologia, CDN e serviços em nuvem. Além disso, o interessante é que o produtor tenha maior controle de seus inventários de anúncio para que assim aumente a sua participação nos resultados. Isso sem falar na necessidade de avaliar a performance de nuvem e nível de segurança do provedor.


É esse cuidado que permite maior segurança em relação a problemas como a perda de comunicação com o servidor de anúncios ou mesmo como eventuais ataques hackers à plataforma.


Agora que sabe o que são e como funcionam os canais fast channel, não deixe de seguir navegando pelo nosso site para conferir outras informações.

45 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page